20 dicas sobre Marrakech e sobre o Marrocos

Já recebi diversos pedidos de dicas sobre Marrakech e sobre o Marrocos como um todo. O que fazer, porque vir, como é o clima aqui, qual roupa usar. Então, se você está pensando em arrumar as malas para curtir uns dias Pra lá de Marrakech, (pausa para o merchan: a Morocco Imperial Bike está com um pacote de 6 noites, em Marrakech, no carnaval 2017, com 30% off. IMPERDÍVEL!!!!!!) aqui vão algumas dicas:

  1. No verão, Marrakech é muito quente mesmo! Temos dias de 49 graus, por exemplo, mas é um calor seco. Não deixa de ser extremamente quente, porém a sensação é diferente de termos 49 graus na Bahia. Ou seja, se você pretende vir à Marrakech entre maio e começo de setembro, lembre-se de colocar roupas claras e leves na mala e muito protetor solar. No inverno e no outono, temos temperaturas frias ou amenas, dependendo da época. Temos neve bem pertinho de Marrakech, então se você vier nessas épocas, cheque a previsão e traga bons casacos;
  2. Falando em sol, mesmo no inverno ou no outono, o sol daqui é muito forte. O protetor solar é obrigatório mas eu sugiro também chapéu e óculos de sol, senão você mal conseguirá abrir os olhos em alguns períodos do dia;
  3. Continuando no tema calor, as temperaturas mais altas do dia acontecem entre 15h e 18h, ou seja, programe-se para nesses horários fazer atividades mais amenas. Acontece de alguns dias termos manhãs super fresquinhas e tardes infernais. Aproveite suas manhãs!
  4. Aqui é um país sem armas e com violência quase zero (eu acho que é zero, mas não posso afirmar isso com 100% de certeza), então não se preocupe em andar por aí com sua câmera ou celular tirando fotos. Ninguém vai vir te assaltar ou enfiar uma arma em você. Ficar atento aos seus pertences e bolsas é normal e eu aconselho, afinal, malandro pode aparecer em qualquer lugar, porém aqui não vemos esse tipo de coisa;
  5. Na hora de tirar fotos, verifique se não tem nenhum policial, guarda real ou populares no seu ângulo. Também não tire foto das entradas dos palácios do rei (ele tem vários em várias cidades) nem de locais que pertençam ao governo. Caso isso aconteça e algum guarda veja, ele pode, gentilmente, pedir para ver sua foto e talvez pedir para você apagar. Eles são realmente gentis e educados, não tema! Mas evitar é sempre a melhor saída;
  6. Confira sempre seu troco, moeda por moeda. Não sei o que acontece, mas sempre vem umas moedinhas a menos nos meus trocos;
  7. Negocie sempre, mas negocie bem. Ofereça valores menores aos preços passados pelos lojistas e vá com calma, baixando pouco a pouco. Se o lojista não chegar no seu preço, pode deixar o produto e sair da loja. Oito em cada dez vendedores sairão da loja atrás de você concordando com a sua negociação;
  8. Pesquise antes de comprar. A variação de preço do mesmo produto nas medinas, por exemplo, é bem grande;
  9. Se você só está dando uma espiadinha em algum produto e não tem o mínimo interesse em comprar, evite entrar na loja e pegar no produto. Se fizer isso, dará a entender que quer comprar e que está aberto às negociações e talvez perca um certo tempo tentando se desvencilhar do vendedor;
  10. Os artistas de rua, donos de macacos para tirar fotos, as senhoras que fazem tatuagem de henna, enfim, os “ambulantes” irão se aproximar de você já colocando o macaco nos seus ombros, a senhorinha da tatuagem já chegará perguntando seu nome e querendo tatuar a sua mão e você não deve se intimidar. Diga “não” sem medo, seja duro, se afaste e se negue a fazer o que você não quer. Mesmo que não fale francês ou árabe, diga em português, inglês, espanhol, na língua que quiser. Eles entenderão;
  11. Não existe essa lenda de que aqui mulher anda de burca. Você pode se vestir como quiser, como se sentir melhor, porém eu sempre aconselho a deixar roupas muito curtas, decotadas e transparentes para outro destino ou para a noite, quando você for num restaurante bacana, descolado, cheio de turistas. Pode usar regata a vontade, sim;
  12. Não ache que você vai aprender andar na medina sozinho em 5 minutos. Talvez nem em 2 dias. Talvez nem em 1 mês (depende do seu grau de orientação rs). Portanto, tenha sempre um guia com você. Ou melhor, contrate a Morocco Imperial e a gente te acompanha em todos os passeios J;
  13. Geralmente, há um encanto em se hospedar em riads dentro da medina. E realmente é uma experiência incrível! Porém, o acesso a alguns hotéis dentro da medina é extremamente complicado. O carro não chega, as ruas são estreitas demais, a medina é um labirinto e você pode se perder. Nesses casos, a melhor opção é contratar a Morocco Imperial e nós te levamos ao seu hotel, ou, caso não viaje conosco (pausa para as lágrimas) você pode pedir ao hotel que vá te buscar no aeroporto e te leve até a porta dele, com carregadores de malas, senão você vai descer do carro na entrada da medina e vai carregar sozinho sua bagagem. Pior ainda se você chegar a noite, sem ninguém para te dar informação;
  14. Não peça para entrar nas mesquitas, exceto nas poucas mesquitas que permitem entrada de turistas e cobram por isso. Quem não é muçulmano não pode entrar, e não é preconceito, é uma questão de segurança e também de concentração, afinal eles estão ali para rezar e não querem ser atrapalhados por turistas curiosos tirando fotos por todos os lados;
  15. Você vai encontrar muitos marroquinos rezando nas ruas, no meio da calçada, em seus tapetinhos. Não atrapalhe, não tire fotos, deixe eles lá rezando em paz, literalmente!
  16. Há muitos voos que vem para Marrakech, de todos os lugares da Europa, e muitos com preços baixíssimos. Pesquise bastante antes de vir e também se atente às regras de cada companhia com relação a bagagem. Pela Royal Air Maroc, quando você compra a passagem via Casablanca, não há diferença com relação às bagagens. As mesmas que voam internacional voam nacional, mas para isso você precisa emitir o bilhete junto;
  17. Há muitas cidades para conhecer além de Marrakech. Rabat, Tanger, Fes, Essaouira, Meknes, Ifrane, Al Hoceima e o próprio deserto são as principais, além de Casablanca (não perca mais do que 1 dia lá! Realmente, não há muito o que visitar). A Morocco Imperial te leva para todas elas, inclusive para uma noite inesquecível em tendas com toda a estrutura no Sahara, com passeio de camelo, jantar etc. Por isso, programe-se para conhecer bastante deste país incrível;
  18. Se você não gosta de temperos, principalmente cominho, prepare-se para o Marrocos. Aqui a comida é bastante temperada. Não como a comida indiana, super apimentada, mas é bem temperada, sempre! Celíacos e intolerantes à lactose têm algumas opções bastante gostosas, mas é necessário sempre avisar o restaurante ou o hotel, se possível, com antecedência. Vegetarianos e veganos também têm vez aqui! Legumes, verduras e grãos são a base da alimentação;
  19. Guarde um espaço na mala para as cerâmicas e para os tapetes marroquinos! Não há quem não enlouqueça e queria levar tudo para o Brasil. Marrakech tem muitas opções de lojas que vendem pratos, objetos de decoração, tajines, panelas e várias outras coisas, além de lojas de tapetes de cair o queixo e com preços excelentes. Eles embalam tudo direitinho para despachar;
  20. A dica mais valiosa que eu poderia dar: Se você quer uma experiência incrível, com tudo do bom e do melhor, hotéis super bacanas, jantares com dança do ventre, muita cultura, muito passeio, tours de bike por locais inusitados, guia em português, carro, lanches, mimos que farão a viagem para Marrakech e por todo o Marrocos simplesmente inesquecível, vem com a Morocco Imperial! Parece brincadeira, mas não é! (rs) Sabemos que ninguém atende os brasileiros como nós atendemos, ficamos 24h na sua cola, você não se perde, não compra errado, não come mal, não entra em roubada, não se sente inseguro, não vê coisa desnecessária, recebe muitas informações bacanas, interessantes, tem todo suporte que possa precisar. Se ficar doente, providenciamos um médico, se quer fazer surpresa para o marido ou para a mulher a gente te ajuda, se quer trazer os filhos nós temos estrutura, se quer pedalar nós temos as bikes normais e elétricas, capacetes, mecânico, carro de apoio, guia, lanche, garrafinha de água. Se quer comprar nós temos roteiro de compras. Se quer experiências nós temos passeio no balão, noite no deserto, aula de gastronomia marroquina. Se vem a trabalho, nós te damos todo apoio. Se quer fotografar, filmar campanhas, gravar programas a gente faz sua produção in loco. Ou seja, somos tudo o que você sempre sonhou! (pausa para música sentimental). Então, anote nossos contatos e não deixe de nos procurar!

Morocco Imperial Bike e Turismo

www.moroccoimperialbike.com.br

contato@moroccoimperialbike.com

Tel.: +55(11) 99616—3375

Instagram: @moroccoimperial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s