A L0K4 da S0P4

dona redonda 2

A história será mal contada porque ela foi mal entendida por essa que vos conta. Estávamos na aula quando a professora começou a falar em árabe com os alunos. Foi uma comoção geral e eu não entendi nada. De repente, ela me pergunta: “Você já tomou a sopa marroquina, de tomate?”. Eu respondi que não, causando certo espanto nela. Então, ela disse que na aula seguinte eu era convidada dela em tomar a sopa juntamente com os outros alunos, na sala mesmo, e um dos Amins da sala iria providenciar a sopa. Porque a conversa começou, porque a sopa na sala de aula, não sei dizer. Ela pediu que levássemos bowls para tomar a sopa.

Na aula seguinte, Amin não levou a sopa. Ela ficou muito chateada. Toda a conversa foi em árabe, não entendi nada de novo, mas entendi que não haveria sopa. Oumaima havia levado tâmaras para comermos com a sopa, e ficou com um saco enorme delas “dando sopa” a aula inteira.

Porém, na outra aula, Amin chega com uma caçarola de sopa! Enorme!! Quando a professora chegou, quase pulou de alegria! Mandou que arrumássemos as mesas para todos tomarmos a sopa juntos. Oumaima sacou as tâmaras e Lamia trouxe um pote com um doce que os sírios-libaneses chama de Dedo de Moça. Aqui no Marrocos acredito ter outro nome. É uma massa frita que fica mergulhada no mel. Delicioso!!

O que ela não sabia é que eu havia acabado de tomar um bowl enorme de sopa. Grande mesmo! Estava mega máster satisfeita. Na verdade, quase passando mal porque além da sopa eu havia bebido chá e tudo isso depois de um belo almoço! Pois é, a orgia gastronômica tinha sido grande e eu não contava com o jantar comunitário na aula.

Amin me serviu um “balde de sopa”, enorme! Eu olhei para aquele bowl e não acreditei. Ele disse, em árabe, que me serviria primeiro pois eu era estrangeira. Vulgo a firangue da sala mesmo. Comecei a tomar a sopa e a professora me perguntou se era a primeira vez. Disse que sim. Não queria desapontar a madame. E estava deliciosa, porém não cabia nem 1ml mais em meu estômago. Perguntei se Oumaima queria dividir comigo e ela, educadamente, não quis.

Demorei uns 30 minutos para tomar tudo e ainda comi vários Dedo de Moça e tâmaras porque a professora “me obrigava” a comer. Me dava aquelas cotoveladinhas e dizia “Come a tâmara. Come o doce”. Ordem mesmo, no Imperativo Afirmativo. E eu, sem graça e querendo ser educada, comia, mesmo não gostando de tâmara. Não é algo que me agrada e não acho que valha o pecado, sabe? Dai fui tomando sopa, comendo tâmara, comendo o doce, tomando sopa, comendo tâmara, comendo doce… Até que me senti a Dona Redonda, de Saramandaia, prestes a explodir, e já passando mal, com dor de estômago porque ela é extremamente picante (por isso os doces para comer junto), agradeci pela gentileza de todos.

Então, a professora me perguntou se eu sabia a receita da sopa. Eu disse que não e ela me respondeu, dando outra cotoveladinha “Então aprenda a receita porque é nossa principal refeição durante o Ramadan. É o que comemos logo que anoitece, que nos garante a energia que precisamos”.

E já que eu tive que aprender, mesmo o jejum do Ramadan não estando nos meus planos, segue a receita para você também fazer. É deliciosa e caso queira a versão carnívora ao invés da vegana, você pode acrescentar qualquer tipo de carne que quiser.

harira

Sopa Harira:

Ingredientes:

  • 3 colheres de sopa de azeite
  • Salsinha picada a gosto
  • 1 talo de salsão ralado
  • 1 cebola grande picada
  • 1 e ½ copo de grão de bico (deixe 12h de molho para amolecer)
  • 1 copo e ½ de lentilhas
  • 1 colher de sobremesa de canela em pó
  • 1 colher de sobremesa de gengibre em pó
  • 1 colher de sobremesa de pimenta preta em pó
  • 1 colher de sobremesa de sal
  • ½ colher de sobremesa de açafrão
  • 1 kg de tomate sem pele e sem semente passada no processador
  • 1 latinha de extrato de tomate pequena
  • 1 copo de farinha
  • 6 copos de água

Modo de fazer:

Refoge a cebola e acrescente todos os temperos e o tomate processado com 3 copos de água, tampe  e cozinhe em fogo alto por 20 minutos. Se for usar carne, é nessa hora que ela entra. Refoge ela junto com a cebola. Abaixe o fogo e acrescente o grão de bico e cozinhe por mais 10 minutos em fogo médio, com a panela tampada. Abaixe o fogo e acrescente a lentilha, o extrato de tomate dissolvido em um copo de água e cozinhe por mais 10 minutos com a panela tampada. Misture a farinha em dois copos de água e acrescente. Mexa bem para não empelotar e espere engrossar.

Voilà! Está pronto! Sempre que precisar esquentar a sopa, não deixe ferver.

 

1 comentário Adicione o seu

  1. Nadia Modatti disse:

    Essa sopa é deliciosa !!!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s